A História dos Hamsters

57675
0
Share:

Provavelmente é um dos felizes possuidores de um hamster em casa, mas já alguma vez se questionou acerca da história deste pequeno companheiro?

Para ficarmos a conhecer a origem destes animais temos de viajar no tempo até 1930, e mais concretamente ao deserto da Síria, local onde foram descobertos por um zoólogo e professor na universidade de Jerusalém, alguns centímetros abaixo do solo.

Eram treze no total. Uma mãe acompanhada das suas doze crias que foram transportadas de imediato para o laboratório deste cientista. Contudo, aquando do transporte, umas faleceram e outras acabaram por fugir, sobrando apenas três que foram doadas à Universidade Hebraica em Jerusalém. Estes ratinhos dourados rapidamente procriaram e apenas quatro meses depois nasceu a primeira ninhada em cativeiro.

Um ano mais tarde começaram a ser enviados para laboratórios localizados na Europa, como França e Inglaterra e em 1938 chegaram aos Estados Unidos.

Estes bichinhos de pelo dourado, rapidamente captaram o interesse por parte da comunidade científica devido a diversos factores. Em primeiro lugar pela sua rápida reprodução (cerca de 30 dias), depois por parecerem animais saudáveis e imunes às doenças e para finalizar por uma fácil interacção.

Os hamsters são usados em diversos estudos científicos, nomeadamente no campo da investigação cardiovascular por o seu sistema ser bastante semelhante ao dos humanos.

Dado o seu carácter amigável, cores, e grande beleza não demorou muito até que fossem adoptados como animais de estimação.

Já que abordámos a história dos famosos ‘Cricetus auratus’ ou Hamsters dourados é interessante explorarmos a origem da palavra hamster.

Como certamente sabe estes pequenos animais têm por hábito armazenar a comida nas suas bochechas. Ora a palavra Hamster provém de uma antiga palavra alemã, hamstern, relacionada exactamente com o armazenamento de comida.

Apesar de existirem várias espécies, apenas cinco são criadas em cativeiro para virem a ser adoptadas como animais de estimação, destacando-se o Hamster Dourado, o Anão Russo, o Chinês e o Roborovski.

Share:

Leave a reply